ADAPTAÇÃO ESCOLAR – SENTINDO NA PELE

Esse ano, mais precisamente logo após o carnaval, iniciamos a adaptação escolar do Gabriel.
Como psicóloga escolar, eu sempre orientei os pais de como agir para que a adaptação escolar ocorresse de maneira suave para os pais, mas especialmente para a criança. Quero dizer para você que a teoria é muito mais fácil do que a prática e nessa segunda adaptação escolar pela qual estou passando só fez aumentar a certeza disso que estou te contando!

Assim que chegamos na escola, no primeiro dia e primeiro contato com esse mundo do Gabriel

 

A primeira semana todinha eu acompanhei meu pequeno na escola, o que tornou o processo um tanto mais tranquilo para ele e para mim pela oportunidade de ver o que ocorre em todos os ambientes da escola durante todo o tempo!

 

Tanto como psicóloga como mãe, eu de fato acredito que esse período em que estamos dentro da escola ajude a aumentar a confiança que depositamos tanto nos profissionais da escola como no ambiente escolar que escolhemos para nossos filhos!

Filmei e fotografei muitos momentos, curti participar e pude vê-lo brincando e demonstrando felicidade no ambiente em que se encontrava.
Essa certeza de que eles estão felizes é extremamente importante para darmos conta do recado nos momentos em que esse processo da adaptação ficar difícil!

 Muitas vezes, vê-los chorando nos deixa com uma sensação de dúvida de “será que estou fazendo a coisa certa?”
“Será que está realmente na hora de ir para a escola?”

Nesses momentos da dúvida, eu reforço a importância da adaptação para que nós pais possamos estar certos de que lá dentro da escola, mesmo durante nossa ausência, essa criança estará feliz!

Passados uns 2 dias da adaptação, Gabriel já não tinha vontade de ir embora no horário sugerido pela escola. Demonstrava querer ficar mais tempo lá brincando e saía chorando. Isso é considerado positivo por que os deixa com a sensação de querer retornar para aquele local.

Eu fiz vídeos para o meu canal que podem ajudar os pais que estiverem enfrentando dificuldades nesse processo de adaptação escolar. Vou deixa-los aqui para você:

Muitos beijos!!!

Eu também dividi meu momento de adaptação escolar lá no meu Instagram enquanto eu estava vivenciando esse momento, vou deixa-lo aqui para que você possa acompanhar as novidades!!!

Something is wrong.
Instagram token error.
Load More

CIÚME ENTRE IRMÃOS – TÉCNICAS PARA SOLUCIONAR

Lá no canal Milena Loguercio do Youtube, há algum tempo eu venho abordando o tema disciplina positiva e dando dicas dentro desse tema.

De lá para cá, algumas pessoas me sugerem temas e aos poucos eu tento atender todas as solicitações.fazer site

Tem vários temas sobre “educação dos filhos” aqui pelo blog, como por exemplo:

DISCIPLINAR SEM BRIGAR, SERÁ QUE DÁ?

Entre outros!!!

Dessa vez, trouxe o tema:

“CIÚME ENTRE IRMÃOS – TÉCNICAS PARA SOLUCIONAR”

Procurarei trazer vários temas relacionados à psicologia. Fico à disposição para atender solicitações e até mesmo responder aos seus comentários!!!

Muitos Beijos!!!

DISCIPLINA POSITIVA: ALGUMAS DICAS SOBRE EDUCAÇÃO INFANTIL

Lá no canal Milena Loguercio do Youtube, há algum tempo eu venho abordando o tema disciplina positiva e dando dicas dentro desse tema.

De lá para cá, algumas pessoas me sugerem temas e aos poucos eu tento atender todas as solicitações.

Por aqui, resolvi fazer um apanhado geral do que estou comentando lá dentro desse tema afim de registrar aqui no blog também e estender essa ajuda ao maior número de pessoas possível!

Nesse primeiro vídeo eu conto para você o caminho que a disciplina foi tomando ao longo dos anos e por que a disciplina positiva está no centro das atenções, atualmente:

O comportamento da criança é a ponta do Iceberg, a disciplina positiva vai cuidar da “causa” daquele comportamento para modificar o repertório comportamental inadequado. Falei mais sobre isso nesse vídeo com parte I e II:

Como eu digo no vídeo, trata-se de uma disciplina na qual primeiro nos conectamos com a criança, ensinando-a para depois corrigi-la. Por essa razão, fiz o vídeo:

Quando estamos conectados com a criança a disciplina fica muito mais tranquila. Assim, nesse vídeo, te convido a fazer uma reflexão do por quê não precisamos de “brigas”. O desafio é demonstrar a importância de todo o aprendizado com amor. Por que eu considero um desafio?! Por que algumas vezes cansados ou sem paciência é bem mais difícil a demonstração do amor.

Por isso eu sempre digo que muitas vezes, quando a criança apanha; ao esfriar a cabeça, os pais acabam confessando que os “tapinhas” não foram necessariamente pela edução em si, mas em resposta ao sentimento de cansaço, exaustão, falta de paciência, entre outros…

No vídeo acima também te proponho montar o ambiente de uma forma que te favoreça a falar muito mais “SIM” do que “NÃO”, além disso, você pode dizer “NÃO” sem usar a palavra não, fiz um vídeo para te ajudar nessa questão:

Se tudo que seu filho quer ele chora para conseguir, o que fazer?! Fiz esse vídeo para tentar te ajudar:

Entendo que em alguns momentos nosso comportamento não é exemplar e assim como nos cobramos quando pisamos na bola com a dieta, sentimos quando pisamos na bola com a disciplina positiva, mas afinal de contas, somos seres humanos, isso é algo totalmente esperado, por isso, fiz o vídeo abaixo:

 

O encorajamento também foi bastante abordado nesse vídeo e “encorajar” funciona muito como motivação para nossos filhos continuarem a melhorar o comportamento!

Espero que esses vídeos te ajudem muito na missão educação e caso queira ouvir sobre outros temas, não deixe de me sugerir nem de seguir o meu canal do Youtube!

Muitos beijos!!!

A IMPORTÂNCIA DA ROTINA PARA A CRIANÇA

Este assunto é um tanto embaraçoso! Primeiro por que para nós “adultos”, sempre estamos falando em “sair da rotina”, “quebrar a rotina”, “fazer coisas diferentes é bom”, etc, etc, etc…

Porém, quando falamos das crianças, temos que implantar rotina e fazer com que elas sigam. O que eu confesso ser bem difícil para mim, até hoje! Não, não que o Felipe seja uma criança que não tenha os horários de comer, de escovar os dentes, de tomar o banho, de dormir… não é isso! Ele tem sim, mas digo uma rotina completa, incluindo os horários de atividades extras ou em que desligamos a televisão e colocamos outros tipos de brincadeiras para eles… “nos desligamos” e ficamos a disposição para interagir com eles…

Tem horas, que como toda mãe, me cobro de “algumas falhas” nessa rotina, mas o mais importante é termos a consciência de onde é que estamos falhando e tentar corrigir, sempre! Por que a vida é isso, um ajuste diário, não estamos prontos, estamos aprendendo diariamente, por isso, se você ainda não consegue ter uma rotina que considera bacana, não se condene, você pode reajusta-la, aos poucos.

adulto3,1

E por que os especialistas consideram tão importante essa questão?

Você já teve a oportunidade de assistir uma aula numa pré-escola? Juro! É admirável! Muitas vezes passa na minha cabeça assim: “olha que lindo! como tudo funciona redondinho!”

Isso acontece por que NÃO TEM SURPRESAS para as crianças NA ESCOLA. Está tudo programado, planejado; ela já tem o conhecimento do que acontecerá, é só executar. Desde a entrada, até o horário da saída, eles sabem o que vai e COMO vai acontecer.

Implantar a rotina é trabalhoso, SIM, MUITO, mas, uma vez que você o fez, o trabalho não é mais seu, por que ambos já têm o conhecimento do que vai acontecer e, muitas vezes, a criança já começa a dar conta de suas tarefas sozinha, sem ajuda, por que já aprendeu que é assim que funciona.

Agora os cuidados:

Também não podemos tratar a ROTINA como uma máquina padrão, sabe? Precisamos dar a possibilidade de “quebras” e “reajustes”, quando necessário. Por que a criança também não crescer com a ideia de que vive num mundo completamente controlado e que tudo sairá como planejado, quando isso acontece, ela pode ter dificuldades de vivenciar o “novo”. Outra preocupação que existe com aquela ROTINA 100% corretinha é com relação ao excesso de atividade para a criança. Entre colegas, costumamos chamar de mini-adultos aquelas crianças que parecem viver em função da agenda, sabe?

– 8:00h café da manhã

– 8:30h escovar os dentes

– 8:40h às 9:30h brincar no parque

– 10:00h natação

– 11:00h futebol ou balé

– 12:00h almoço

 – 12:30h Escola

 – 17:00h saída da escola (depois de toooda a rotina interna)

– 18:00h judô, inglês, aula de música…

 – 19:30h jantar

  – 20:00h banho

 – 20:30h cama

adulto

Sabe aquela estória dos extremos?

ROTINA 100% = Dificuldade em lidar com o inesperado, com as surpresas do dia a dia.

FALTA DE ROTINA 100% = Difuculdade de adaptação.

adultobrincar 1

Por isso, é bacana implantar uma rotina e ser flexível nos momentos em que ela precisa ser quebrada! E saber que BRINCAR, BRINCAR, BRINCAR e BRINCAR é muito importante para a criança!

Muitos Beijos!