DIÁRIO DE VIAGEM #11 – MATERA

Saímos de Agerola, cidade em que ficamos hospedados para conhecer a Costa Amalfitana. Mostrei detalhes nesse post: http://milenaloguercio.com.br/diario-de-viagem-8-agerola-e-ravello/

E partimos rumo à Matera:

Chegamos na nossa hospedagem dos próximos dias: B&B Frammenti, em Matera. Estou fazendo post falando a respeito de cada hospedagem, com comentários sobre o que achamos de cada uma delas.

Descarregamos o carro e já fomos conhecer a cidade.

Matera é conhecida por ser a Capital Europeia da Cultura e é a primeira atração do Sul da Itália a ser considerada Patrimônio da Unesco.

Embora tivéssemos brincado e dado risada com piadinhas do tipo: A Suvinil faria sucesso por aqui, é bastante impressionante ver construções tão uniformes que dão um charme muito especial a cidade.

Andar por lá com crianças, assim como no geral das cidades por onde passamos até o momento, não foi nada fácil. Para quem assistiu meu vlog de Positano (está no final desse post: http://milenaloguercio.com.br/9452-2/), viu que andar com carrinho de bebê por entre ruas estreitas de pedras, escadas, subidas, descidas… foi bem complicado. Em Matera não foi diferente e você pode ver parte dessa dificuldade no vlog ao final desse post.

Também tiveram momentos em que abrimos mão de conhecer postos turísticos por conta deles. Quando isso aconteceu, ficamos esperando o pessoal com as crianças. Eu sempre digo que é o preço a se pagar para tê-los do nosso lado e não morrer de saudade. Para mim, vale a pena!

Muitos filmes foram gravados utilizando Matera como cenário. Dentre eles, alguns que eu me recordo ter assistido:

O que aparenta, realmente, é que tudo se trata de um grande cenário de filme. Mas não é verdade! Existe vida real por lá!!!

Andamos pela cidade, sem pressa; apreciando as casas em Sassi (o centro histórico da cidade – Sassi significa rocha), as casas esculpidas em rochas, o comércio, a arquitetura…

Entramos nesse comércio para conhecer. Um local totalmente esculpido em pedra, maravilhoso. A maioria deles são assim.

Assim como várias outras cidades italianas por onde passamos até então, Matera também oferece água através de suas fontes.

Confesso que nunca tinha ouvido falar de Matera, certamente, caso eu quem tivesse montado meu roteiro, não teria colocado essa cidade. Mas que bom que não fui eu. Eu amei conhecê-la. Amo conhecer lugares diferentes. É muito legal conhecer destinos clássicos e que fazem parte do roteiro comum dos brasileiros, como por exemplo Ilha de Capri: ( http://milenaloguercio.com.br/diario-de-viagem-7-capri-e-sorrento/ )

Mas como é legal mesclar! Conhecer locais “diferentões” de tudo que já vimos e vivemos anteriormente. Acrescenta mais bagagem e mais itens inéditos a nossa viagem.

Muito louco pensar que tudo começou no período do paleolítico, né! Estar presente em locais como esse é verdadeiramente encantador.

Matera nem sempre foi vista com bons olhos. Segundo historiadores, houve um período de alta desocupação dessa parte histórica da cidade, devido as condições de higiene. Somente nos anos 90, com o título de Patrimônio da UNESCO, com o aumento do turismo é que a cidade de Matera se reergueu.

Nós passamos 01 dia por lá, caminhando por entre suas ruazinhas encantadoras, nos impressionando com os cenários, e acredito que tenha sido suficiente a quantidade de tempo. Caso você tenha separado 02 dias, talvez possa contratar algum passeio e conhecer algum lugar mais afundo ou viver um pouco mais o clima da cidade, mas acredite! Um dia é suficiente.

Estou falando em 01 dia e estávamos com crianças! Em adultos então, pode reservar 01 dia que você não irá se arrepender. É lindo, mas depois de algumas ruas, acaba sendo “mais do mesmo”.

Se no seu roteiro estiver a cidade de Alberobello então! Você vivenciará um clima parecido nesse lance de “cenário diferentão”. Não vejo necessidade de mais dias.

Você precisa somente de uma coisa para explorar Matera: Disposição! Muita subida, descida e muita escada!

Jantamos por lá, num dos restaurantes esculpidos em rochas, a comida estava deliciosa e o lugar era lindo!

Estou fazendo post de todos os restaurantes por onde passamos: com comentários sobre a comida, serviços e valores… Logo mais estará aqui no blog!

Restaurante: Stone

O restaurante é muito lindo. Mostrei todos os detalhes dele no meu vlog (no final do post).

A cidade fica muito linda a noite também! Quando saímos do restaurante já havia anoitecido e pudemos apreciar essa paisagem linda.

Chegamos no hotel felizes e exaustos para descansar para o próximo dia de viagem! No próximo post, falarei sobre outra cidade muito diferente que visitamos: Alberobello: http://milenaloguercio.com.br/diario-de-viagem-12-alberobello-italia/ .

Muitos Beijos!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *