O QUE NÃO É FALADO SOBRE PÓS PARTO!

Poucas são as mulheres de sorte que passam por esta fase sem grandes dificuldade! Mas para a grande maioria, mesmo as mais psicologicamente preparadas, se pegam em momentos de questionamento, confusão e até uma certa tristeza. São muitas questões internas para administrar ao mesmo tempo, junto com o fato de estar com uma vida TOTALMENTE NOVA. O pós-parto costuma ser um período de “choque” de realidade, no qual até o DIA EXATO DO NASCIMENTO DO BEBÊ, éramos uma pessoa e IMEDIATAMENTE após este nascimento, passamos a ser outra pessoa totalmente diferente, com muitas coisas para aprender e não só uma nova rotina como um NOVO ESTILO DE VIDA a ser implantado.

No vídeo que postei sobre este assunto, conto para você o quão foi difícil este período da minha vida, até por que, as pessoas que estão ao seu redor não aceitam reclamações por pensarem: “O que mais você quer de uma vida tão boa assim!”. Sim, não retiro nada disso: um marido fantástico, parceiro, companheiro, amigo, conselheiro, torcedor, uma pessoa que sabe elevar a minha autoestima como ninguém… Um filho saudável, calmo, bonzinho… Como é que minha própria consciência aceita que eu reclame de qualquer coisa? Quem dirá as pessoas ao meu redor… E por essas e outras, as mulheres acabam abafando pensamentos e sentimentos que, se soubessem o quanto faz bem colocar para fora, conversar sobre o assunto, entender que isso é natural talvez passariam por essa fase mais rapidamente.

Eu te convido para assistir o vídeo e entender um pouco melhor do que estou falando!

Muitos Beijos!!!

VOCÊ ESTÁ ENJOANDO MUITO? ENTÃO, TENTE MAIS ISSO!

Muitas mulheres sentem náuseas no início da gravidez, e este desconforto é sentido, normalmente, ao acordar, mas, em alguns caso (I’m so sorry, rsrsrsrs), pode ocorrer no decorrer de todo o dia.

Esse desconforto é causado pela própria mudança do corpo e quantidade de hormônios que a gravidez produz. Pensando e “tentar” amenizar um pouquinho o possível sofrimento de vocês, nesta fase que para algumas mulheres fica bem difícil de suportar, hoje eu venho sugerir alguns itens que “podem” diminuir a náusea (enjôos), alguns você pode até já ter tentando, outros não. Acredito que, neste momento, o que disserem que ALIVIA e NÃO faz mal para o bebê, é uma tentativa válida, então, vai fundo:

GENGIBRE:

Há muito tempo ele tem sido utilizado para alívio de problemas estomacais.

Para quem ama gengibre: “Muito prazer”, é o meu caso! Rs. Você pode acrescentá-lo na sua alimentação cru, fica bem fácil, por que é uma delícia no peixe ou na salada.

Outro jeito que eu gosto muito também, é o chá do gengibre com limão, daí você pode colocar um pouquinho de mel para adoçar!

Por coincidência, eu estive na Zona Cerealista de São Paulo, e descobri que tem um “extrato de gengibre”, ou seja, você consegue também compra-lo como “tempero”, e aí pode utilizar de uma forma muito prática! Eu não comprei não, e desculpem a minha ignorância, eu nem sabia que existia “gengibre em pó”, mas deve ser interessante utiliza-lo dessa maneira também!

Eu somente sugiro que antes de consumir o gengibre, pergunte para seu médico se este alimento não oferece qualquer risco para a sua saúde ou do bebê. É sempre importante o “aval” do médico!

LIMÃO:

É um dos campeões de votação no quesito “calmante de enjoos de mulheres grávidas” Rs

Muitas e muitas mulheres costumam declarar que o sabor “azedo” acalma enjoos. Algumas mulheres não dizem que utilizavam o “limão” em si”, mas “qualquer fruta cítrica”. Então, vá trocando, até o momento em que você achar uma que se adapte legal ao seu organismo e dê uma melhorada nos enjoos.

Se você é dessas, que como eu, tem uma dificuldade imensa com “azedos” em geral, coloque algumas gotas de limão num copo d’água e tome, também pode ser que te ajude.

VITAMINA B6

Sim, elas ajudam, mas, é importante que você fale sobre isso com seu médico, assim, além de indicarem se é o seu caso, podem prescrever a quantidade correta.

BEBIDAS COM EFEITO POSITIVO:

Para as grávidas que chegam a vomitar de fato, a desidratação, pode ser um agravante. Então, manter-se hidratada é algo importante e que não pode ser negligenciado.

Se estiver muito difícil para ingerir a quantidade de “ÁGUA” satisfatória, procure pingas umas gotinhas de limão, tomar o chá de gengibre comentado acima ou até mesmo outros tipos de chás, por exemplo, camomila.

Talvez as bebidas “quentes” lhe caiam melhores do que um “senhor copo de água gelada”, varie, explore, tente!

O que você precisa de fato EVITAR, são bebidas que contenham cafeína, pois, além de não ser bom para o bebê, costumam piorar ainda mais os enjoos.

OUTRAS MANOBRAS PARA ESPANTAR OS ENJOOS:

Algumas mulheres têm apelado para acupuntura ou acupressão (um tipo de massagem derivada da acupuntura) para lidar com os enjoos.

Existe também, uma pulseira de acupressão cuja promessa é justamente aliviar os “queridos” enjoos. Ela pressiona continuamente o ponto P6 do corpo que “estabiliza”  os enjoos.

217481_194393080602477_7432242_n

Essa pulseira ainda está em discussão, existem estudos dizendo que o enjoo foi reduzido além de 70% das mulheres que a utilizaram terem relatado menos ansiedade, depressão e hostilidade em comparação às que não utilizaram. Porém, existem estudos que rebatem esses dados, dizendo ser placebo. Minha opinião pessoal, se você me permite é de que, não importa se é placebo ou não, o fato é, que quem sofre com o enjoo é você, a pulseira é natural e se o placebo funcionar para você FECHOU! LINDO! ÓTIMO! PERFEITO! O que não é nada bacana é passar mal diariamente pelos 03 mais longos meses da sua vida; por que é exatamente a sensação da pessoa que sente esses desconfortáveis enjoos; de que são os meses mais longos já vividos!

A única má notícia, é onde encontrar. Até hoje não a vi aqui no Brasil. Se por acaso, você que ler este post, encontrar em algum lugar aqui do Brasil, ajude outras grávidas a aliviarem o seu sofrimento, nos conte onde achou! Enquanto isso não acontece, posso indicar a página do Facebook onde você possa se informar se eles “enviam para o Brasil”: https://www.facebook.com/seaband

OUTRAS MANEIRAS DE MELHORAR ESSE DIFÍCIL DESCONFORTO:

Não deixe o seu estômago 100% vazio. Desde o momento em que você abrir os olhos, procure ingerir algo. Essa é uma estratégia que funcionou bastante comigo. Eu já dormia com um pacotinho de “Club Social”, sabe? Aquela bolachinha estilo “água e sal”? E eu já acordava comendo. Sei que pode parecer até um pouco nojento, mas eu só escovava os dentes depois de comer pelo menos 01 bolacha daquela. Escovar os dentes antes de comer qualquer coisa, era uma “missão quase impossível”, então, faça esse teste também e me conte!

Se o seu enjoo acompanha você ao longo do dia, estenda essa estratégia, acredito que possa ter o mesmo princípio “estômago vazio”, procure deixar ele sempre com alguma coisinha para se distrair! Rs

Não faça refeições PESADAS CONCENTRADAMENTE, consegue entender o que estou tentando dizer? Melhor você comer menos e muuuitas vezes no dia do que concentrar as refeições e ficar passando mal depois.

Olha, não sei se tem mulheres que aproveitam para dar uma “abusadinha” da situação, mas o relato de náusea associado ao ambiente “cozinha” e a ação de “cozinhar” aumenta durante a gravidez! Muitas mulheres dizem que tem dificuldades em preparar a comida no início da gravidez: talvez os cheiros, o calor do ambiente, “a folguinha”, ahahahah, seja o que for, e estou brincando quando digo “folguinha”, é somente para descontrair mesmo, por que só quem sente a náusea sabe o quão ruim é insistir naquilo que a agrava.

Alguns alimentos são campeões de votos no quesito “provocadores de náusea e enjoo”, são eles: alimentos picantes, gordurosos, frituras. Então, procure evitar!

Alguns perfumes ou cheiros também podem servir de gatilho para esse mal estar, investigue, e se for isso mesmo, suma com eles! No meu caso, o óleo para evitar estrias que eu usava no início tinha esse poder de me fazer sentir mal, dei para uma amiga e comprei um “SEM PERFUME”, foi a melhor coisa que fiz EM TODA A MINHA VIDA. Mentira! kkkkkkkk… Foi somente UMA das melhores coisas! kkkkkkkkkk

QUANDO CONSULTAR O MÉDICO?

SEMPRE!

Assim, não quero dizer que você tem que “enjoar e ligar, enjoar e mandar whattsap, enjoar e mandar e-mail, enjoar e ligar de novo”. CALMA, não é isso, senão, a secretária do seu médico vai acabar te dando um telefonema e avisar que as consultas dele acabaram de sofrer um aumento de 100%. kkkkkkkkk

O que quero dizer é que é sempre válido, nas suas consultas de pré-natal, deixar seu médico ciente do que está acontecendo, até mesmo para que ele acompanhe se o seu peso está adequado, se você não está com nenhuma desidratação ou deficiência de vitaminas, por exemplo, ou até mesmo, para que ele tenha maior atenção ao desenvolvimento do bebê.

Por mais que os enjoos sejam considerados comuns na gravidez, suas consultas servem para isso. O médico precisa estar ciente de tudo.

Se este post foi útil para você, só tenho 01 coisa a te desejar neste momento amiga: MELHORAS!

Muitos Beijos!!!

CUIDADOS IMPORTANTES NA GESTAÇÃO

A boa saúde da mulher é essencial para a boa saúde do bebê, durante a gravidez. Mulheres que comem bem, exercitam regularmente e fazem o pré-natal corretamente, são menos propensas a complicações durante a gravidez e estão mais propensas a dar a luz a um bebê saudável.

NUTRIÇÃO:

O que você come durante a gravidez pode dar ao bebê o mais saudável começo de vida possível. Uma dieta nutritiva está diretamente ligada a maior chance do peso adequado do bebê no nascimento, melhor desenvolvimento do cérebro do feto e menor risco de muitos defeitos no nascimento.

Uma dieta adequada também reduzirá os riscos de complicações na gravidez, como por exemplo, anemia. Pode também minimizar o enjôo matinal, fadiga e outros desconfortos da gravidez. A boa nutrição também ajuda a equilibrar o humor e pode auxiliar para uma melhora no trabalho de parto.

Para ser considerado uma boa dieta, e garantir a saúde da mamãe e do bebê durante os nove meses, não podem faltar:

Proteína

Vitamina C

Cálcio

Frutas e Vegetais

Grãos integrais

Alimentos rico em ferro

Gordura adequada

Uma maneira simples de garantir que você está fazendo uma boa alimentação, durante a gravidez, é comer uma variedade de alimentos de cada grupo dos itens acima, por dia.

Muitas mulheres se preocupam com a quantidade de pesos que ganharão na gravidez. É importante manter um ganho de peso saudável. Se você já tinha um peso normal antes de engravidar, ou seja, se o seu IMC (http://pt.wikipedia.org/wiki/%C3%8Dndice_de_massa_corporal) estiver entre 18.5 a 25, recomenda-se o ganho de 11,5kg a 16kg. Mas é importante que você discuta essa variação de peso com seu médico por que isso variará para grávidas do IMC elevado, para a gravidez múltipla, etc…

O QUE NÃO COMER:

Para proteger a mamãe e o bebê de bactérias e infecções você deve evitar alguns alimentos considerados nocivos tanto para a mamãe quanto para o bebê, como: Carnes e peixes crus:

Não há problema com a carne ou o peixe cru, necessariamente. Mas, por estarem crus, estão mais sujeitos à contaminação por bactérias e protozoários, o que aumenta o risco de diarreia ou de toxoplasmose que é uma doença perigosa para o bebê, para saber mais, acesse:  (http://pt.wikipedia.org/wiki/Toxoplasmose)

Cafés e bebidas energéticas:

Bebidas estimulantes aumentam a frequência cardíaca de quem consome. Como a gravidez já eleva naturalmente a frequência cardíaca da mulher, o consumo de bebidas estimulantes podem elevar a pressão arterial. Além do que, esse tipo de bebida contém muitos conservantes em sua composição.

Bebidas alcóolicas:

Em grandes quantidades, podem prejudicar a formação do bebê. Alguns médicos liberam em pequenas quantidades, na dúvida, melhor não ingerir.

Embutidos:

Salames, presuntos, salsichas, mortadelas, e todos os outros alimentos embutidos. Por conta da quantidade de conservantes e outras substâncias químicas.

Ovos:

Precisamos ter cuidado com a salmonela que é uma bactéria que ataca o sistema gastrointestinal, trazendo diarreia e vômito além de outras complicações, dentre elas, a de um parto prematuro. Mas o ovo é aconselhável que se coma, então, o cuidado é somente para que ele esteja bem frito ou bem cozido, com a gema dura. Evite comidas nas quais sua receita é com o ovo cru.

Queijos e leite:

Você pode consumir esse tipo de alimento desde que sejam pasteurizados por que assim eles passam por um processo no qual bactérias são eliminadas, não oferecendo mais riscos de contaminação para as mamães e bebês.

Refrigerantes:

Não estão proibidos, mas podem ser evitados. Elas causam um desconforto e um estofamentos gástrico.

Os demais alimentos, é interessante que você pergunte ao médico sobre restrições, por que irão variar de pessoa para pessoa conforme seu histórico de saúde.

VITAMINAS:

A maioria delas devem vir do consumos dos alimentos saudáveis, porém, normalmente, frequentemente, e até hoje não conversei com uma amiga grávida que não estivesse tomando, temos os suplementos vitamínicos que utilizamos no pré-natal que desempenham um importante papel.

Como é muito difícil completarmos o dia com toda a alimentação considerada satisfatória para o feto, os suplementos darão conta de complementar o que falta e garantir que ele receba tudo o que precisa para o desenvolvimento.

O ácido fólico é uma Vitamina B que é muito importante por que diminui em 75% a chance de um bebê vir a ter algum defeito do tubo neural. As mulheres precisam consumi-los desde antes da gravidez e estender este consumo até as 12 semanas de gestação.

É muito importante conversar com o médico e pedir a indicação de qual suplemento tomar, não tome por conta própria.

EXERCÍCIOS:

Eles são considerados seguros para as mulheres grávidas e incentivados pelos médicos, claro que, quando não for uma gravidez de risco, quando tudo estiver de acordo com o esperado, etc… Então, converse sempre com o seu médico para saber se pode e quando pode começar. E se puder, saiba que, 30 minutos por dia de atividade física melhoram a circulação, fortalece os músculos e diminui o estresse. Se você não tinha costume de fazer qualquer tipo de atividade física, anteriormente à gravidez, também é preciso conversar com médico e ver se ele autoriza a sua iniciação.

Para a maioria das gestantes, os exercícios:

Aumentam os níveis de energia

Melhoram o sono

Fortalecem os músculos

Reduzem as dores, principalmente das costas

Aliviam a constipação

Há muitas aulas de ginásticas desenvolvidas especialmente para mulheres grávidas e que ajudam a melhorar a força, alinhamento e postura, além de melhorar a circulação e respiração. Agachamento e exercícios de Kegel também devem ser adicionados aos exercícios. Veja do que se trata o exercício de Kegel (http://pt.wikipedia.org/wiki/Exerc%C3%ADcios_Kegel).

Os exercícios de Kegel são bastante indicados por que permitem que a mulher mantenha o tônus muscular e aprenda a ter controle da área perineal que podem ajudar tanto no parto quanto na recuperação dele.

CORTANDO OS HÁBITOS RUINS:

A escolha de um estilo de vida saudável terá ligação direta com o bom crescimento e desenvolvimento do seu bebê. Pensando nisso, é extremamente importante cortar hábitos nocivos, como por exemplo: fumar ou beber bebida alcóolica. Hábitos que estão estreitamente ligados à complicações e riscos na gravidez ou o problemas com o bebê.

O consumo de bebida alcoólica na gravidez está relacionado a uma série de complicações que possa vir a aparecer no desenvolvimento do bebê. Todo álcool que é consumido pela a mãe entra na corrente sanguínea do feto na mesma proporção de concentração da corrente sanguínea da mãe. O consumo excessivo do álcool pode ocasionar as síndromes alcoólicas fetais que produz crianças:

Abaixo do peso;

Com deficiência mental;

Com vários tipos de má formação;

Com alta taxa de mortalidade

Além de tudo, consumir álcool na gravidez pode levar à:

Aborto

Trabalho de parto prematuro

Peso baixo do bebê no nascimento

Crescimento anormal

Problemas de desenvolvimento na infância

Já o tabagismo é a causa mais comum de bebês abaixo do peso ao nascer, o que, por sua vez, é a causa mais comum de morte nas primeiras semanas de vida. O fumo também está ligado a uma série de complicações durante a gravidez, dentre elas:

Sangramento vaginal,

Descolamento da placenta

Trabalho de parto prematuro

ADOECER DURANTE A GRAVIDEZ:

Além de todos os sintomas que as mulheres grávidas estão sujeitas à enfrentar, elas ficam mais suscetíveis à certas infecções como resfriados e gripes. Um simples resfriado tem um efeito um pouco mais devastador quando se trata de uma mulher grávida. Apesar de fazer com que se sinta muito mal, resfriados e gripes não tendem a trazer riscos para o bebê.

A prevenção dessas doenças é o meio mais eficaz de evitar todo o desconforto que vem junto com elas. Até por que, grávidas não podem tomar “remedinhos” que amenizam os chatos sintomas de um resfriado ou gripe.

Lavar as mãos muitas vezes por dia, carregar um frasquinho de álcool gel na bolsa ajudam a garantir uma boa saúde. À partir do segundo trimestre da gestação, pode ser que seu médico recomende a vacina contra gripe. É sempre muito importante consulta-lo antes de tomar.

Para quem tem histórico de asma, as crises podem se agravar durante a gravidez. Em partes, isso acontece por conta do aumento da quantidade de hormônios, assim como o aumento do útero que faz com que a pressão contra os pulmões se intensifiquem. Mulheres com histórico de asma, tem uma chance um pouco maior de desenvolver pré-eclâmpsia, acarretando num parto pré-maturo do bebê. Por isso, é muito importante que o médico conheça todo o histórico de saúde seu e de sua família, por que, mesmo com histórico desse tipo, é possível ter uma gravidez tranquila caso seja bem assistida.

Muitos Beijos!!!

ALGUMAS COISINHAS QUE SOMENTE AS GRÁVIDAS CONSEGUEM ENTENDER!

A gravidez é um período de transformação, literalmente: Os hormônios mudam, o corpo muda, os interesses mudam, o comportamento muda, a vida muda… Muitas mudanças ocorrem dentro deste período de 09 meses. Foi durante a minha gravidez que pude entender a PERFEIÇÃO dessa “longa espera”, este período de 09 meses é necessário para o nascimento de uma nova mulher, a MULHER MÃE. Voltando para o  lado lúdico, durante este período, tem algumas particularidades que você pode se identificar, elas são:

gravida

Sentir-se completamente dividida entre Aterrorizada e Muito Empolgada, ao mesmo tempo!

gravida 1

O que é enjoar de manhã, e em muitos casos, ao logo de todo o dia, por muitos dias!

gravida 2

Despedir-se das roupas favoritas, mesmo torcendo para ser “temporariamente”!

gravida 3

Assar, mesmo sem usar fraldas!

gravida 4

Oops!

gravida 8

Fazer inveja com seus novos seios!

gravida 9

Desenvolver um tornozelo que quer engolir o restante da perna!

gravida 10

Gingar como um Pinguim.

gravida 11

Se orgulhar por gerar um outro ser humano.

gravida 12

Se dispor a sentir a pior dor da sua vida, e torcer para que aconteça logo!

gravida 13

Sentir calor mesmo que veja pingos de gelo caindo do ar condicionado.

gravida 14

O que é fazer xixi a cada 15 minutos, por toooda a noite.

gravida 15

Chorar por que o atendente anotou o seu pedido errado.

gravida 16

Ter vontade de socar pessoas que nunca vira antes, somente por comentarem o quão grande você está.

gravida 17

Sentir necessidade de organizar TODAS as coisas.

gravida 18

A sensação da primeira vez que você sente o bebê mexer, dentro de você.

gravida 19

Se despedir “dela”, por que não a enxerga mais.

gravida 20

Saber como se sente o “Jabba de Hutt de Star Wars”

gravida 21

Entender muito bem a importância das fibras

gravida 23

Planejar cada saída de casa, considerando as paradas estratégicas pelos banheiros do caminho.

gravida 24

Sentir a sensação de tomar um soco pelo interior do estômago.

gravida 26

Se familiarizar com as “escapadinhas de xixi” ao tossir ou espirrar.

gravida 27

A razão pela qual o comercial da Whiskas te faz chorar.

gravida 28

Consegue entender o que aquele cara do filme está sentindo.

gravida 29

Sono, sono, sono, sono, sono, sono, sono…

gravida 31

Amar tão intensamente alguém que nunca tenha visto!

Se identificou com alguma delas? Me conte qual!

Muitos Beijos!

NONO MÊS – O que eu posso esperar?

mes 9 Você já não dorme mais confortavelmente e não pode mais comer sem azias. O fim está a vista! No entanto, se você sobreviver a este caos conhecido como o final da gravidez, poderá muito bem sobreviver ao caos conhecido como “as primeiras semanas da maternidade”.

A não ser que você seja uma das exceções, a sua vida sexual está quase que igualada a vida de uma virgem, e vai demorar um pouco para você ver o velho amigo novamente, desculpa!

As contrações de treinamento aumentarão em quantidade e intensidade, além da perda do “muco” (uma mistura de sangue e muco) anunciarão que o trabalho de parto está se aproximando, porém, ainda podem levar horas ou até mesmo dias, tenha calma, nunca esteve tão próximo.

No momento do parto, muitas mulheres têm um grande medo: fazer cocô, supere! Você fará e nem se importará com isso!

O tempo está se esgotando, por isso, tente tirar alguns momentos para você.

Você certamente começará atender aos telefonemas com a frase: “ainda não”. Por que isso é tudo o que as pessoas irão querer saber a partir de agora!

Dicas: O dia em que deixar o hospital, ainda terá a aparência de grávida, então, pode deixar de lado as suas roupas pré-gravidez e levar as roupas que tem usado na sua mala de maternidade!

Por falar em “ mala de maternidade”, deixe-a pronta, a partir da semana 38, por que você pode precisar a qualquer momento. Bem como deixe um check-list pronto, para que você não se esqueça de nada, por exemplo:

– Mala de maternidade;

– Lembrancinhas;

– Enfeite da porta;

– Máquina fotográfica / Filmadora

– Caso vá contratar equipe de filmagem, deixe um lembrete para não esquecer de chama-la, no momento da internação. Uma amiga foi para a maternidade as pressas, por esses dias, e não lembrou, ou seja, não tem a filmagem do parto e não foi por opção. Então, anote tudo enquanto está tudo tranquilo!

Espero de verdade que você tenha uma boa hora, um bom parto!

Lembre-se, estou por aqui. Quando retornar para sua casa, se precisar, conte comigo!

FELICIDADES!

Muitos Beijos!

OITAVO MÊS – O que eu posso esperar?

mes 8 No oitavo mês, pode aparecer uma dificuldade com a tarefa que até então era a mais simples de ser feita: RESPIRAR! E agora, ela só retornará ao normal com a chegada do bebê, mas você se acostuma! Tudo está ficando cada vez mais difícil, não? A solução? Faça o mínimo possível de agora em diante!

Os movimentos do bebê começarão a diminuir, já que o espaço que ele tem para isso está mais apertado a cada dia que passa. Sendo assim, nada de neuras, é somente por uma questão de espaço que ele já não se mexe tanto. Mas, caso você se preocupe; coma ou beba algo mais doce, isso fará com que ele se agite um pouco mais. Caso não seja suficiente para acabar com a preocupação, contate seu médico.

Bem vinda a vida de andar como uma “pata”! Rs. E aproveite, por que nunca mais você conhecerá tantas pessoas tão gentis e solícitas como aquela que segurou a porta para você, ou prontamente te chamou para passar à frente na fila ou até mesmo, deu o lugar para você sentar! Sério, nem quando você estiver com o bebê do lado de fora da barriga (que na minha opinião elevou o grau de dificuldade da brincadeira), as pessoas serão tão bacanas contigo, então, aproveite!

Você está na reta final! Diga oi aos novos companheiros do seu dia a dia: dores de cabeça, náuseas, azia, inchaço, mau humor, fadiga e tonturas! Embora possa parecer insuportável, faça um exercício mental para se controlar e pense que falta pouco. Logo, logo, este desconforto será uma memória distante e em vez de estar no meio da noite com dores, azia e procurando uma posição para dormir, você estará com um bebê gritando. Pelo menos, a casa é tranquila agora?

Neste período, também podem aparecer hemorroidas. Meus mais sinceros sentimentos.

Uma dica válida: Pode ser tentador tirar TODAS as etiquetas de TODAS as roupas e lavá-las, porém, se você é exagerada, como eu, pode ser que tenha roupas que você nem chegue a usar, então, vá tirando e etiqueta e lavando a medida em que o bebê vai crescendo, assim, caso aconteça de não usar por algum motivo, pode presentear alguém e não perde a roupinha!

Até o mês do frio na barriga!

Muitos Beijos!

SÉTIMO MÊS – O que eu posso esperar?

mes 7 Se prepare para definir a palavra exaustão! Você realmente achou que se cansava anteriormente à gravidez? Ah pára! Rs.

Nesta fase, você sentirá muita necessidade de dormir, além dos pensamentos sobre a quantidade de coisas que você precisa fazer antes da chegada do bebê não saírem da sua mente!

Seu bebê se mexe muito agora, a ponto de você o cutucar quando “acha” que ele está muito quietinho! Ai ai, essas mães!

Podem aparecer as “contrações de treinamento” ou “contrações de Braxton Hicks”, é mais ou menos como a sensação do seu estômago apertando e soltando. É completamente esperado, mas, se você sentir qualquer preocupação, contate seu médico!

Espero que você tenha cuidado muito da sua pele até aqui e que você não seja uma pessoa com fortes tendências às estrias, por que se for, é aqui, neste período que elas aparecem com mais força. Então, intensifique os hidratantes!

Você deve estar começando a maior faxina, organização e lavagem de roupinhas da história, só cuidado com os seus limites, respeite-os sempre.

Muitos Beijos

SEXTO MÊS – O que eu posso esperar?

mes 6 A não ser que todo o seu guarda-roupas pré-gravidez ganhou elásticos, as chances são de que você precise fazer uma transição para as roupas de maternidade, neste momento! Mas não há a necessidade de sair comprando tudo como uma perfeita consumista! Duas calças jeans, algumas camisas/blusas largas, algumas calças leggings e alguns vestidos acredito serem suficientes. Até por que, depois que o bebê nasce, você não quer nem olhar para as roupas largas, vai por mim!

Nesta fase, você já consegue sentir o bebê mexendo dentro de você (ai que delícia de sensação).

Novos sintomas pode continuar aparecendo, neste mês, a azia pode se intensificar e podem aparecer dores nas costas. Aquele BRILHANTE quinto mês começa a perder seu brilho, por que as sensações de cansaço e desconforto começam a aparecer. Aproveite para dar uma abusadinha do seu parceiro e peça massagens nos pés e nas costas, que tal?

Em algum momento entre a 24 e a 28 semana, você fará um exame de glicose para o rastreio de diabetes gestacional. O teste implica em beber um suquinho melado e coletar sangue em alguns momentos para saber como seu organismo está se comportando. Este tipo de diabetes, felizmente, não significa que você tinha antes da gravidez e nem que ela continuará com você após o parto. Mas, significa que seu cuidados com a alimentação terão que ser mais rígidos de acordo com as instruções do seu médico.

Uma boa dica para este momento é: Tire um tempo para cuidar de si, este pode ser o seu último mês como uma pessoa “semi-normal” (desculpe, rs). Daqui a pouco, você estará gingando por aí, ao invés de andando, então, aproveite enquanto pode!

Muitos Beijos!

QUINTO MÊS – O que eu posso esperar?

mes 5 Você alcançou a metade da sua gravidez, meus parabéns!!! A minha expectativa para este mês é de que você deva estar se sentindo muito bem, aproveite! Por que será ladeira a baixo, daqui para frente, me desculpe! Aproveite bastante este mês, por que para cada mês daqui para frente, seu cansaço irá crescer mais e mais. Além do que, a tendência é das azias aumentem, e em alguns caso, os enjôos retornem.

Se não foi possível identificar no último ultrassom, aqui, certamente acabará o mistério e você já deve saber o sexo do bebê. Este é um ponto muito emocionante da gravidez, pode ser muito frustrante também para as mamães que estão fixadas somente em um dos sexos, e descobrir que é o outro. Mas não se preocupe, se tem uma coisa de que eu tenho certeza é de que você amará esse bebê, quem quer que ele seja!

Como já não tem mais como esconder, cada vez mais você será parada por estranhos nas ruas, que farão perguntas pessoais e irão querer tocar a sua barriga. De alguma forma, quando se trata de uma mulher grávida, os limites pessoais deixam de existir. Eu, particularmente, nunca liguei, ao contrário, sempre gostei, e achava bacana as pessoas quererem tocar a minha barriga, mas se você não gosta, não se sente confortável, fale!

Agora, você será bombardeada com a pergunta: “já tem nome?”. Se tiver, muitas pessoas darão opinião do que acham deste nome. Se ainda não tiver, não faltarão sugestões e ajudas!

Uma boa dica: Comece a traçar o seu plano de parto perfeito, pense naquele parto humanizado, ambiente natural, música suave, velas perfumadas, em seguida, desconstrua tudo! Quando se trata de parto, o melhor a fazer é não criar tanta expectativa, para que tudo não se torne uma grande decepção! Aprenda a ir com calma, maternidade é começar a aceitar que não temos absoluto controle de NADA!

Até o sexto mês!

Muitos Beijos!

QUARTO MÊS – O que eu posso esperar?

mes 4 Você está finalmente começando a tomar a “forma de grávida”, seu cabelo está cheio e brilhante (viva o NATELE), você já não enjoa tanto (assim eu espero), e está confortavelmente espalhando a notícia! Bem vinda a melhor parte da sua gravidez!

Como está indo tudo bem agora, a atenção que você vai precisar é quanto ao seu peso, por que, sem enjoar, COMER passa a ser muito bom agora! Então, cuidado com a balança!

Diga olá para os novos sintomas: Azia e Corrimento vaginal. Eles não irão a lugar nenhum, então, acostume-se com eles. Sim, infelizmente. Um grande aliado que eu tive, durante toda a minha gravidez, foi o MALOX (essas pastilhas anti-ácido que davam um grande alívio além de ter um gostinho um pouco mais agradável, a minha favorita? Sabor Cereja! Delicie-se!)

Um novo sintoma que pode começar a te acompanhar é o inchaço dos pés. Neste caso, tenho uma má e uma boa notícia: A má: pode ser que eles nunca mais retornem ao tamanho anterior. A boa: NOVOS SAPATOS!

Quando você for direcionada ao seu próximo ultrassom, você verá a imagem mais incrível de toda a sua vida! E vai encher-se de AMOR!

QUE DELÍCIA, aproveite cada momento!!!

Muitos Beijos!