05 DICAS – COMO TIRAR A FRALDA

Assistindo ao vídeo abaixo, ou lendo o texto, você terá uma noção de como desfraldar o seu filho sem complicação:

Vai chegando um momento em que você começa a ouvir: “ele está de fralda?” / “ele usa fralda ainda?” / “eu tirei a fralda do meu filho com um ano e meio”.

Eu não vejo “criar filho” como competição, vejo como parte da vida, por isso não valorizo muito as frases:

“Meu filho nunca tomou antibiótico”

“Dorme a noite inteira desde os 06 meses”

“Nasceu de parto humanizado”

“Andou antes de completar 01 aninho”

“Falou as primeiras palavras assim que saiu da minha barriga” (só para descontrair, kkkkkk)

Com o desfralde não é diferente, começarão os comentários de que: “tirei a fralda dele com tanto tempo”.

Sabe, uma particularidade minha é a “falta de pressa para ver o tempo passar”, sempre fui assim, nunca quis antecipar etapas, não tive pressa de fazer 18 anos para tirar carta, dirigir, sair a noite… eu sabia que uma hora isso aconteceria, naturalmente, faria parte da minha vida sem a necessidade de antecipação.

Com este mesmo pensamento eu procuro criar o meu filho. Claro que é preciso oferecer estímulos que contribuam com o desenvolvimento da criança, mas até aí, querer adiantar as coisas, não faz parte do meu perfil. Quando pulamos etapas, ao invés de ajuda-los, podemos criar problemas mais difíceis de corrigir futuramente.

Tudo isso que te contei foi para que você fizesse a 1ª e mais importante reflexão sobre o processo do desfralde: “Este é o momento?”

QUANDO:

As crianças começam a sinalizar a maturidade para desfraldar: indicam que fizeram, estão fazendo ou irão fazer xixi ou cocô. Observe se o seu filho se queixa da fralda suja, pede para tirar, se irrita ao coloca-la…

Cada criança tem o seu ritmo de desenvolvimento, algumas darão indícios de estarem preparadas antes dos 02 anos, mas, no geral, não é incentivado o desfralde antes dessa fase para não criar frustração desnecessária, ou até mesmo trauma na criança.

Dê preferência ao verão por conta das roupas leves, facilidade de colocar e tirar, não ter tanto problema caso molhe…

COMO:

 1-) Providencie um penico ou redutor de acento – você pode leva-lo com você escolher este penico, por que pode facilitar a empatia da criança pelo objeto.

2-) Explique para a criança que a partir de agora ela fará xixi ou cocô naquele local. Para facilitar, pode dizer que “agora ele não é mais bebezinho” (Meu filho adora quando dizemos que ele não é mais um bebê, rsrsrsrs)

3-) Marque no relógio e a cada 01 hora, aproximadamente, lembre-se de perguntar se ele que ir no banheiro, ou melhor ainda, leve-o e deixe-o sentado alguns minutinhos. Para isso, você pode contar estórias.

4-) Sempre que der certo, comemore, festeje, parabenize, elogie… Para a criança o cocô tem uma conotação psicológica diferente do que para nós adultos, para eles são “obras produzidas por eles”, então, diga que é legal, se despeça do cocô antes de dar descarga.

5-) Quando der errado NÃO BRIGUE, não fale brava, não grite; diga somente que você sente muito, mas que isso pode acontecer e que, da próxima vez, você torcerá para ele conseguir. O item principal da necessidade de uma mãe que está tirando a fralda é a PACIÊNCIA.

DESFRALDE NOTURNO:

Pode ser iniciado a partir do momento em que a criança já tem o domínio completo durante o dia; ou ainda, quando a fralda começa a amanhecer seca.

É aconselhável que você coloque o seu filho para fazer xixi antes de deitar e que no período da noite seja oferecido pouco líquido.

De madrugada, o ideal é descobrir o horário aproximado que ele costuma fazer xixi e programar para leva-lo ao banheiro um pouco antes. Uma forma de descobrir este tempo seria, nas primeiras noites, levantar a cada 02 horas para leva-lo ao banheiro.

A fralda noturna é bastante desafiadora e pode demorar até uns 02 anos para a criança ter domínio total. Só haverá uma preocupação maior quando a criança passa dos 5 anos de idade e faz xixi na cama diariamente. Nestes casos, indica-se o acompanhamento médico.

QUANTO TEMPO É NORMAL?

Algumas crianças desfraldam com uma facilidade tão grande que parecem que já sabiam como era, só estavam esperando os pais avisarem que chegou a hora.

Outras podem levar 01 mês; outras, meses… E não há nada de errado nisso!

DICAS EXTRAS:

Não combine o desfralde com alguma outra mudança que esteja acontecendo na vida da criança: entrada na escola, chegada de irmão, mudança de endereço…

Providencie um apoio para os pés da criança. O fato da criança ficar com os pés pendurados dificulta a força abdominal para evacuar.

Procure fazer o desfralde em parceria com a escola.

PACIÊNCIA;

PACIÊNCIA;

PACIÊNCIA e BOA SORTE!

Muitos Beijos!!!